A impotância da amamentação

A impotância da amamentação

07 Março 2016 - 17:29
Publicado em:

Amamentar é, talvez, o momento de maior demonstração de carinho e afeto que uma mãe tem com o seu bebê.

Exerça todo o seu carinho e amamente! [Crédito: ::: M @ X ::: / photo on flickr]

Algumas mães amamentam por pouco tempo, outras por muito tempo, mas todas estão oferecendo o que têm de melhor para o seu filho que acabou de nascer e isso é importantíssimo para o futuro da criança.

O leite materno é um alimento rico em diversos nutrientes necessários para o bom desenvolvimento do organismo humano em seus primeiros dias de vida. Desde proteínas, sais minerais, gorduras, vitaminas e outros agentes benéficos ao organismo, há um cardápio completo para que os bebês se desenvolvam por completo e se protejam contra os perigos do mundo externo, como doenças, infecções e alergias.

Além da saúde física

O ato de amamentar tem, ainda, uma importância que vai além da simples provisão de nutrientes para o bebê: ele fortalece os laços sentimentais e emotivos entre mãe e filho (a). É um momento único em que os dois estão juntos, em muitos momentos se olhando fixamente, a mãe acariciando o bebê. Especialistas afirmam que este gesto tão grandioso, mas tão simples ao mesmo tempo, pode influenciar, inclusive, no modo como a criança irá se comportar no futuro em ambientes sociais.

Dificuldades (e suas soluções) em amamentar

Algumas mães possuem dificuldades para amamentar seus filhos em algum momento. Alguns bebês simplesmente não querem mamar no seio, outros mordem, machucam o seio da mãe. As mães também sofrem: algumas não têm leite suficiente, outras sofrem com os mamilos rachados
 
Se o seu filho não quer mais mamar: aqui há vários motivos possíveis, mas o principal é um aviso à mãe de que existe algo errado. Uma dor, falta de leite, distrações, afastamento por muito tempo da mãe, entre outros. Procure identificar o motivo e busque soluções para resolvê-lo.

Se seu filho está mordendo seu seio: isso é muito raro de acontecer. Mas é possível. Falta de atenção, distrações e sono são alguns dos motivos que fazem com que isso aconteça. Aí é importante consultar o pediatra e conversar sobre a atitude que deve ser tomada, já que às vezes pode ser ocasionado pela forma incorreta que o bebê amamenta. 

Se o mamilo está rachado ou você sente dores: isso é causado pela forma incorreta que o bebê pega no seio. Procure mudar esta posição e, caso persista o problema, procure um médico para auxiliá-la. 

Em todos os casos há soluções. O acompanhamento médico pode ser fundamental nesta etapa. Mas lembre-se que amamentar não só alimenta seu filho, mas também o protege. Exerça todo o seu carinho e amamente!