Mamilos rachados ou sangrando: Como evitar?

Mamilos rachados ou sangrando: Como evitar?

04 Abril 2016 - 15:28
Publicado em:

A amamentação também é complicada para as mamães, afinal, elas também não estão acostumadas com o procedimento.

O próprio leite materno é dotado de características hidratantes e cicatrizantes [Crédito: Mothering Touch / photo on flickr]

Por isso, em seus primeiros dias, esse ato pode acabar causando alguns desconfortos – especialmente no início de cada mamada, em que o bico do seio é ‘fisgado’ pelo bebê

Esse desconforto faz com que muitas mamães pensem que estar com os mamilos sangrando, rachados ou frequentemente doloridos é algo natural, mas, não é. 

Na verdade, esses ‘sintomas’ podem ser um sinal de que o seu bebê não está pegando o seio de forma correta, o que deve ser corrigido o quanto antes para que a dor finalmente vá embora. 

Sendo assim, o mais indicado é realizar várias tentativas até que o pequeno se acostume com uma pegada correta e que não seja desconfortável nem para você e nem para ele. 

Lembre-se que mantê-lo se amamentando erroneamente para não o incomodar pode acabar agravando o problema nos seios, o que com o passar do tempo, inclusive, pode até mesmo prejudicar o processo de amamentação

Além disso, algumas mamães também podem notar a presença de um pouco de sangue nos mamilos – mesmo sem sentir dor alguma nessa região. 

Neste sentido cabe destacar que é normal caso os seus seios sangrem na primeira semana após dada a ‘largada’ na amamentação – o que é uma consequência de dois fatores: o crescimento do tecido responsável pela produção de leite e o próprio aumento no fluxo sanguíneo desta região. 

• O que causa a fissura nos mamilos?

A principal causa para que os mamilos da mamãe venham a rachar é, como já destacado anteriormente, a pegada errônea do pequeno na hora de abocanhar o seio. 

Por isso, é fundamental que a mamãe incentive uma pegada correta, o que neste caso, exige que o mamilo fique bem próximo ao palato mole do bebê (próximo ao céu da boca). 

Quando o bebê coloca o mamilo da mãe em outras partes de sua boca, os machucados, sangramentos e rachados podem surgir, o que pode começar com inchaço ou dores na região. Além disso, deixar o bebê só ‘mastigando’ o bico (ao invés de mamar) também pode acabar gerando esses sintomas na mama. 

Se o seu filho for diagnosticado com sapinho, uma infecção comum na boca durante os primeiros meses de vida, dores, feridas e fissuras mais agudas podem ser sentidas na região dos seios após realizadas a mamada. 

Além disso, a própria pele ressecada da mãe pode acabar provocando sangramentos ou rachaduras – o que pode ocorrer devido ao clima seco, loções aplicadas na região, talco, desodorantes, cosméticos em geral e até mesmo amaciante de roupas.

Para evitar os mamilos sangrando ou rachando por essa razão, é necessário hidratar bem a pele por meio de cremes compostos por substâncias neutras, ou então, por pomadas que sejam exclusivamente dedicadas à amamentação.

Além disso, cabe destacar que o próprio leite materno é dotado de características hidratantes e cicatrizantes, afinal, ele é rico nos mais naturais e diferenciados nutrientes. Por isso, passar o próprio leite nas partes machucadas é fundamental para acabar com essa condição.