Transportando o bebê da maternidade para casa

Transportando o bebê da maternidade para casa

07 Março 2016 - 15:44
Publicado em:

A ansiedade da gravidez por 9 meses, o bebê nasce e já está na hora de sair da maternidade rumo ao lar. Quais cuidados devem-se tomar durante o transporte do bebê da maternidade para a casa? Confira este artigo e fique sabendo de todos os detalhes!

Fique atento às especificações do fabricante e mantenha seu filho seguro [crédito: Ernesto JT / photo on flickr]

A gente sabe, é uma hora de muita alegria a saída do hospital, mas não deixe que essa felicidade cause qualquer problema, seja para o bebê, seja para seu bolso (sim, muitos papais e mamães ganham multas de transito nesta hora, você sabia?).

Então, para que isso não aconteça, a primeira coisa a se fazer é comprar a cadeirinha do carro obrigatória. A Resolução 277 do CONTRAN - Conselho Nacional de Trânsito foi anunciada em 2008 e passou a vigorar em setembro de 2010, quando iniciaram efetivamente as fiscalizações por parte dos órgãos de trânsito. Desde a criação e inicio da fiscalização da lei, houve uma diminuição de 40% nas mortes das crianças em acidentes de transito.

Portanto, mesmo com o bebe tendo poucos dias de vida, ele precisa sim de um bebê conforto e este deve ser devidamente colocado dentro do veículo que vai transportar o bebê da maternidade para a casa. Se a fiscalização para seu carro e o seu bebê estiver no colo da mãe, o correto é você ser autuado com uma multa de transito.  O bebê conforto deve ser instalado de frente para o vidro traseiro do veículo e a criança pode utilizar até atingir 13kg.

Uma dica importante para o dia da saída da maternidade é verificar se o bebê conforto que você comprou tem alguma regulagem de inclinação e se atende as necessidades de um recém-nascido. Geralmente os bebês conforto com base para encaixe rápido são muito inclinados e não se adaptam a um recém-nascido. Não deixe para verificar no momento que o bebê estiver pronto para embarcar no carro, se antecipe ao problema. Em alguns casos a simples retirada da base resolve esse detalhe no ajuste do bebê conforto. Leia as intruções do fabricante e faça testes com uma boneca para se familiarizar com o novo equipamento.

Outra boa prática em relação ao transporte é: não deixe o bebe conforto no lado onde o sol está na maior parte do trajeto para casa. A pele do bebê ainda é muito sensível e pegar sol por muito tempo pode queimar a camada de pele.

Na hora de comprar o bebê conforto, leia opiniões de outros papais na internet sobre quais são mais seguros, mais práticos e mais confortáveis. Há também aqueles que posteriormente viram as cadeiras, para quando a criança crescer. Resta aos pais escolherem a melhor opção para o momento da compra.

Jamais deixe a sua criança ser transportada sem o bebê conforto ou o assento infantil adequada para seu tamanho, peso e idade. É altamente perigoso para a vida do seu filho. A precaução é a melhor forma de prevenir acidentes.