Cãibras nas pernas durante a gravidez

Cãibras nas pernas durante a gravidez

13 Maio 2016 - 20:39
Publicado em:

Não se sabe exatamente os motivos que fazem com que as mulheres grávidas sintam tantas câimbras – especialmente nas pernas e panturrilhas. Mas, a principal razão justificável se dá por conta do ‘peso extra’ que passa a ser carregado pela mamãe. Além disso, especula-se que a câimbra está relacionada às alterações na circulação e coagulação do sangue durante a gravidez

As temidas Cãibras!

A dor nas pernas geralmente é repentina e aparece com maior frequência a partir do segundo trimestre da gravidez. Muitas são as gestantes que, inclusive, acordam no meio da noite com esse tipo de desconforto. 

Além disso, pelo menos um terço das grávidas continuam sofrendo com as câimbras nas pernas nos últimos três meses da gravidez – o que costuma ser explicado pelo peso extra.

Mesmo que a dor seja forte e incomode bastante, geralmente não há com o que se preocupar. Além disso, ela não prejudica as articulações ou músculos da perna ou panturrilha e dificilmente irá durar mais do que cinco minutos (mesmo que esse período possa acabar parecendo muito maior).

• Como faço para aliviar os períodos de dor?

Para aliviar a dor você pode: 

- Fazer alongamentos diários, começando sempre pelas pernas. Estique-as e deixe os pés igualmente flexionados para a sua própria direção. Puxe a pontinha dos pés para si e segure por pelo menos 10 segundos em cada perna; 

- Sempre após sentir uma câimbra nas pernas ou panturrilhas, massageie – ou peça para alguém massagear – o músculo em questão;

- Tente ficar de pé, apoiando apenas os pés (preferencialmente na região dos calcanhares) no chão. Se conseguir, caminhar também pode ajudar a aliviar a dor; 

- Logo após sentir a câimbra nas pernas ou panturrilhas se jogar em um banho quentinho pode ser a melhor forma de aliviar a dor na região afetada. Outra alternativa pode ser colocar uma bolsa de água quente nesta parte do corpo. 

• Tem como evitá-las?

Para evitar as câimbras você pode tentar as seguintes alternativas:

- Tome banhos quentes e relaxantes antes de dormir. Por incrível que pareça, dormir com meias nos pés também pode ajudar;

- Faça alongamentos antes de dormir, afinal, grande maioria das câimbras costumam aparecer no meio da noite. Alongue principalmente as pernas e as panturrilhas, que são as mais afetadas; 

- Tenha uma alimentação rica em magnésio, cálcio e vitamina C. Por mais que comer banana para evitar câimbras não passe de um ditado popular, o seu inconsciente pode lhe ajudar nessa, diminuindo a frequência de câimbras; 

- Quando estiver sentada, evite deixar os pés e tornozelos totalmente parados. Com determinada frequência, movimente-os – mesmo quando estiver no escritório ou relaxada no sofá. 

• O que fazer se a dor não melhorar?

Se as dores forem muito intensas ou caso você perceba sensibilidade e/ou inchaço na área das câimbras, procure o seu médico o quanto antes. 

Lembre-se que as grávidas estão mais sujeitas ao aparecimento da trombose, uma enfermidade grave no sistema circulatório. Por isso, dores constantes, inchaço, vermelhidão e quentura nas pernas são sintomas dignos de investigação médica.