Amamentação e próteses nos seios

Amamentação e próteses nos seios

30 Agosto 2016 - 20:26
Publicado em:

Hoje, essa conversa é especialmente para as mamães (ou futuras mamães) que têm próteses de silicone nos seios. Será que isso compromete de alguma forma a amamentação ou até mesmo impede que ela seja realizada, como muita gente pensa? Tire suas dúvidas agora!
 

Juliana Paes [Crédito: Divulgação]

Em alguns casos, esse tipo de cirurgia pode fazer com que os mamilos se tornem mais ou menos sensíveis do que antes. Para quem tem silicone, depois que o bebê nasce e o leite começa a descer, é comum que algumas sensações sejam mais intensas do que para as mulheres que não têm próteses, como por exemplo, a sensação de que o peito está muito cheio e dolorido, a febre e os arrepios. 

Também existe a possibilidade de que a mulher produza menos leite, se a cirurgia tiver sido feita em decorrência de uma hipoplasia. Nesses casos, o melhor é conversar previamente com o ginecologista e ele pode dar dicas para estimular a produção do leite, como por exemplo, o uso das bombinhas depois da mamada.

Mas afinal, se eu tenho próteses de silicone, posso ou não amamentar? Isso vai depender, principalmente, do tipo de cirurgia ao qual você foi submetida. Se o corte tiver sido feito por meio da axila ou embaixo da dobra do seio, é possível que você possa amamentar e não tenha problema algum. 

No entanto, se o corte tiver sido feito em volta da auréola, é possível ter alguma complicação relacionada a danos nos nervos. São esses nervos que se comunicam com o cérebro para “avisar” a hora de liberar hormônios envolvidos na produção de leite. Se houver algum comprometimento deles, os hormônios não serão liberados e, por consequência, não haverá produção de leite.

Para que se possa amamentar, também é fundamental que a cirurgia para colocação das próteses não tenha interferido no sistema de ductos que existe dentro dos seios.

Em resumo, a possibilidade ou não de amamentar vai depender de cada caso. Por isso, lembre-se de que ter próteses de silicone nos seios é uma informação muito importante e que você precisa conversar sobre isso com o seu ginecologista, explicando a razão da cirurgia e como ela foi feita. O médico certamente saberá lhe dar as melhores orientações para fazer com que a amamentação torne-se o mais agradável possível de acordo com o seu caso.

Outro detalhe muito importante é dizer posteriormente ao pediatra do seu filho que você tem próteses. Por conta disso, ele terá que ter mais atenção no acompanhamento do ganho de peso do seu filho, especialmente nos meses iniciais, quando o aleitamento é a única fonte de nutrição. Se a criança não estiver ganhando peso de acordo com o desejado, pode ser que o leite materno não esteja sendo suficiente e, nesse caso, o médico vai indicar alguma suplementação para garantir que ela receba todos os nutrientes necessários.

Ter uma conversa aberta e franca com todos os médicos que vão lhe acompanhar na gestação e após o nascimento é a melhor forma de tirar todas as suas dúvidas!