5º mês do bebê – Hora de sentar!

5º mês do bebê – Hora de sentar!

17 Junho 2015 - 09:31

A coordenação motora começa a ficar afinada e seu bebê já mostra os primeiros sinais de independência; se vira e já consegue sentar sozinho

Os primeiros sinais de independência [Photo via VisualHunt.com]

O primeiro ano é a fase em que o bebê mais se desenvolve e sua coordenação motora está cada vez mais afinada. Ele já é capaz de se virar sozinho, o que pode ser perigoso; não deixe-o em cima da cama sem supervisão e talvez seja a hora de baixar o estrado do berço. Deixá-lo de bruços por minutos ajuda a exercitar os músculos das costas e pescoço.

Seu filho pede muito colo e você acha que é manha? Talvez seja necessidade. Uma pesquisa realizada por cientistas japoneses concluiu que nosso processo de evolução fez com que os batimentos cardíacos dos bebês caíssem quando estivessem no colo da mãe, deixando-os mais calmos e relaxados.

O pequeno já consegue sentar e até se levantar, se tiver apoio. Esse é o primeiro passo para a independência dele. A essa altura, você deve estar se divertindo com as caretas e expressões que seu filho faz.  O sistema nervoso já está bastante evoluído e ele faz bolinhas com a saliva, cospe e mostra a língua. Até os dois anos, o bebê está na chamada fase oral; sua boca é o grande contato com o mundo, a começar pelas mamadas. Por isso é normal que ele queira por tudo na boca, inclusive as mãozinhas e pezinhos. Para que o bebê não tenha problemas com isso, mantenha os objetos que ele mais brinca sempre limpos e esterilizados, se possível. A mesma regra vale para o quartinho dele. Deixe-o sempre arejado e evite ao máximo o acúmulo de poeira.Ao quinto mês é hora de dar a segunda dose da vacina meningococo C conjugada, que previne a meningite.

Arrote, por favor!

Há dois lugares em que o arroto é bem-vindo. Na China, arrotar é sinal de gratidão e satisfação em relação à comida ingerida. Outro lugar em que o arroto é bem-vindo, é o colo do papai! O arroto do bebê durante as refeições faz com que ele coloque pra fora o ar que ingeriu, evitando as cólicas e a má digestão. E já que a mãe amamenta, que tal você ser responsável por esse pit stop? Você só precisa posicioná-lo da maneira certa. Coloque-o contra o seu peito, com a cabecinha ereta e dê leves batidinhas nas costas. Se conseguir fazer isso entre as mamadas, as chances de cólicas diminuem bastante!