Existe uma hora certa para o desfralde?

Existe uma hora certa para o desfralde?

19 Novembro 2015 - 16:31
Publicado em:

O melhor a fazer é esperar a criança dar sinais de que quer tirar a fralda, e não apenas levar em conta o desejo dos pais

O desfralde é um processo que envolve preparação tanto da criança como dos pais [Crédito: Reprodução/Enciclopédia Materna]

O desfralde, acreditem, é uma das fases do desenvolvimento do bebê mais cansativas. Você pode explicar inúmeras vezes que a criança deve pedir para ir ao banheiro e mesmo assim os escapes serão frequentes. Mas afinal, por que é tão difícil?

Segundo Carolina Trivella, pedagoga e orientadora da Educação Infantil da Escola Morumbi, o que torna o desfralde difícil é a imaturidade tanto física como emocional da criança, por isso é preciso avaliar os dois lados da moeda. Muitos escapes acontecem por que a criança ainda não tem controle sobre si mesma e não consegue segurar o xixi até chegar ao banheiro. Para outras, é difícil entender que pode fazer xixi sem a fralda. Imagine a confusão que pode acontecer na cabecinha delas.

O processo pode começar por volta dos 2 anos, mas isso não é uma regra. A melhor hora, na verdade é esperar os sinais da própria criança. “Normalmente ela começa a avisar que quer fazer xixi ou cocô e demostra desconforto com fralda”, diz a pedagoga.

Do lado dos pais, a persistência e paciência são fundamentais. A partir do momento em que se decidir pela retirada da fralda, não desista e volte com ela a cada escapada. Isso só causaria mais confusão e o processo deve ser contínuo.

Quando a criança já frequenta a escola, o desfralde pode ser mais fácil, já que há apoio de profissionais por trás. E o trabalho deve ser feito em conjunto, com as mesmas orientações nos dois lugares. “Aos poucos a criança vai descobrindo os sinais do próprio corpo e aprendendo o momento certo de ir ao banheiro”, acredita Carolina.

Além da persistência, a compreensão também ajuda, sendo que reprimir a criança não é o melhor caminho para fazê-la entender a nova mecânica de ir ao banheiro. Nós sabemos que os escapes e tudo que ele envolve (trocar a criança, lavar a roupa e limpar a casa) pode ser bastante desgastante. Mas repreender pode fazer a criança associar o xixi ou o cocô à bronca, e pode fazê-la segurar a excreção. Se acontecer com frequência, a criança pode até sofrer com infecção urinária e intestino preso. É necessária muita tranquilidade de todos os envolvidos nos cuidados das crianças para conduzir o processo, que pode levar até 1 anos. Mantenha a calma e invista na paciência, ok?